Está aqui

10 coisas que deve evitar na escrita online

A escrita online tem vários requisitos para poder ser considerada apelativa e agradável de se ler por parte do utilizador. Por outro lado, também tem alguns “pecados”, ou seja, coisas que deve evitar sempre que leva as mãos ao teclado.

  1. Itálicos: escrever para a web implica abdicar dos itálicos ou pelo menos utilizá-los muito esporadicamente. Embora os itálicos sejam habitualmente utilizados para colocar ênfase numa frase ou para destacar palavras escritas noutras línguas, na escrita online não são necessários por um simples motivo: dificultam a leitura. Evite transformar títulos em itálico, optando antes pelo bold que é muito mais eficaz. Os itálicos podem sim ser utilizados quando menciona o título de um livro, por exemplo.
  2. Títulos sem keywords: os títulos são fundamentais em qualquer texto que se escreve para a Internet. No entanto, na tentativa de criar títulos criativos e apelativos, podemo-nos esquecer de incluir as keywords do artigo e o título pode surgir como demasiado genérico ou abstrato – correndo assim o risco de passar despercebido nos motores de busca. Inclua sempre o assunto do artigo no título do mesmo.
  3. Artigos muito extensos: quem gosta de escrever, gosta mesmo de escrever e é quase sempre mais difícil escrever um artigo curto do que um artigo comprido, mas na Internet o sucesso está nos artigos curtos. Uma das melhores práticas para a escrita online é a redação de textos curtos e diretos, ou seja, devem ter idealmente entre 500 e 700 palavras. Caso contrário, o artigo torna-se muito maçador e dificilmente vai prender o utilizador. Para contornar esses artigos muito extensos, aprenda a eliminar palavras num texto ou então veja se a informação de que dispõe é suficiente para escrever 2 ou 3 artigos curtos em vez de um muito extenso.
  4. Muitos links: colocar alguns links úteis espalhados por um artigo para a web tem valor acrescentado porque pode encaminhar o leitor para informação complementar que possa ser útil – tanto melhor se forem links internos, ou seja, para outros artigos no seu site ou blog. Embora o link seja algo facultativo – o utilizador é que escolhe se clica ou não – encher um artigo com links não é esteticamente agradável e pode acabar mesmo por afastar o leitor do seu artigo. Na escrita online, 3 a 5 links num artigo é mais do que suficiente.
  5. Listas que não são numeradas: se o artigo que acabou de escrever para a web tem um título como “Top 10 praias para férias relaxantes”, então não se esqueça de numerar essa lista de 1 a 10 – para além de tornar o artigo visualmente mais apelativo, é isso que o utilizador espera de um texto deste género. A mesma regra aplica-se a artigos do tipo “como fazer”, ou seja, se enumera vários passos sobre como fazer determinada tarefa, esses devem ser numerados. 
  6. Artigos sem subtítulos: um artigo escrito para a Internet tem de ter subtítulos, caso contrário torna-se numa mancha de texto que ninguém vai querer ler. Entre os vários benefícios da utilização de subtítulos para a escrita online estão uma experiência de leitura mais facilitada, organizada e agradável. Não é isso que procuramos sempre que efetuamos uma pesquisa online?
  7. Escrever com letras maiúsculas: na cultura web, escrever palavras, frases ou mesmo textos inteiros em letras maiúsculas é considerado “gritar” com quem lê. Para além de ser visualmente desagradável, a utilização excessiva de letras maiúsculas dificulta a leitura em cerca de 15% e ocupa 30% mais espaço – o que pode levar qualquer leitor a procurar um texto alternativo. Evite também colocar os títulos em letras maiúsculas, opte antes pelo bold ou por uma cor, que são opções mais eficazes. Utilizar letras maiúsculas esporadicamente para dar ênfase a uma palavra/expressão ou para siglas é perfeitamente aceitável.
  8. Sublinhar palavras: sublinhar palavras ou frases num texto escrito para a Internet está completamente proibido porque na web associamos tudo aquilo que esteja sublinhado a um link e se não o for pode confundir o utilizador e/ou tornar a leitura desagradável. Destaque palavras-chave com recurso ao bold ou a letras maiúsculas, mas sempre sem cair em exageros.
  9. Texto centrado: esta dica não tem tanto a ver com o ato de escrever, mas sim com a formatação da escrita online, o que é igualmente importante para o sucesso de um artigo na Internet. Um texto centrado (e mesmo um texto justificado) é muito mais difícil de ler online do que um texto alinhado à esquerda. Porquê? Porque com um texto centrado os nossos olhos não sabem onde é que acaba e começa a próxima frase. Com um texto alinhado à esquerda, todas as frases começam no mesmo sítio e terminam de forma diferente para não tornar o texto muito denso, o que acontece com um texto justificado, por exemplo. Faça a experiência e opte sempre por alinhar o texto à esquerda.
  10. Fontes com serifa: outra dica relacionada com a correta formatação de artigos para colocar online é evitar a utilização de fontes com serifa, ou seja, fontes cujas letras não contêm aqueles pequenos detalhes a ornamentar o topo e o fundo de uma letra. Para ter uma ideia mais clara, o Times New Roman é uma fonte com serifa e o Tahoma é uma fonte sem serifa. As fontes com serifa não permitem uma leitura tão clara dos artigos online como as fontes sem serifa. Mais uma vez, nada como experimentar.

 

Votação: 

Votação

Em que altura do dia costuma escrever mais?
De manhã
15%
À tarde
17%
À noite
68%
Votos totais: 652

Iniciar sessão

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.