Está aqui

7 dicas para usar links com sucesso na escrita online

Quando escrevemos um artigo ou post online, não é raro incluirmos links – internos e externos – de forma a valorizarmos e ilustrarmos aquilo que acabamos de escrever. Embora os links possam ser uma mais-valia no seio de um texto escrito para a web, é importante utilizá-los corretamente.

1. Valor acrescentado

Inserir links num artigo ou post online deve, acima de tudo, acrescentar valor ao contexto, ou seja, deve exibir exemplos concretos e informações complementares que realmente interessam a quem está a ler. Para além de serem uma ponte para dados adicionais, as palavras que compõem os próprios links devem ser claras, apelativas e suficientemente descritivas para não induzir em erro. Colocar links simplesmente por colocar, na esperança de prender o leitor ao site, pode revelar-se uma distração desagradável para quem lê online.

2. Interno vs. Externo

Um link interno irá encaminhar o utilizador para outro artigo ou categoria dentro do seu próprio site, enquanto um link externo irá encaminhar o utilizador para outro site ou para uma informação específica também noutro site. Na escrita online, ambos têm vantagens. Ao apontarem para uma matéria relevante no seu próprio site ou blog, os links internos não só mantêm o utilizador mais tempo no site, como lhe apresentam informações extra e que possivelmente desconhecia. Por outro lado, os links externos – quando bem utilizados – podem encaminhar um utilizador para uma das grandes autoridades no assunto que pesquisam ou para o site de venda de um produto sobre o qual acabaram de ler. Em qualquer um dos casos, os seus utilizadores vão agradecer-lhe pela preciosa informação, voltando certamente para ver que mais tem para oferecer.

3. Links curtos vs. Links compridos

Um estudo recente revelou que links com 7 a 12 palavras têm maior sucesso junto dos utilizadores web e, consequentemente, mais cliques, do que os links curtos. Porquê? Porque são mais descritivos, têm uma maior probabilidade de conter as keywords que os utilizadores procuram e dão uma ideia mais precisa daquilo que estará disponível do outro lado desse link. Os links curtos como “ver mais”, “ler”, “aqui” ou “clique”, embora muito populares na escrita online, não são tão eficazes porque não apresentam qualquer valor acrescentado ao texto, deixando o utilizador na dúvida: clicar ou não clicar?

4. Posição no texto

Inserido no meio de um texto, um link pode ser visto como uma interrupção, ou seja, o utilizador está a ler um artigo, depara-se com um link que parece interessante, clica, concentra-se na nova informação que acabou de encontrar e pode facilmente esquecer-se do post original. Claro que existem utilizadores que preferem ler um artigo online do princípio ao fim antes de seguir os links que lhe chamaram atenção; e ainda aqueles que não têm por hábito seguirem links. Independentemente do caso, é importante dar atenção à posição dos links no texto. Para evitar que os links sejam uma interrupção indesejada, tente colocá-los no final dos parágrafos ou no fim do próprio artigo.

5. Quantidade q.b.

Ninguém gosta de deparar-se com um mar de links num artigo online: é esteticamente desagradável e pode facilmente dissuadir o utilizador, que procurará outra coisa para ler. Regra geral, um artigo online deve conter entre 3 e 5 links no máximo – e todos eles devem ser realmente relevantes. No que toca aos links, o segredo do sucesso é a qualidade e não a quantidade.

6. Evite transformar títulos em links

Por vezes, pode parecer útil transformar títulos em links – se tem uma lista de produtos ou hotéis, por exemplo, e converte o título (neste caso, o nome do produto ou hotel) num link que redireciona para o site do produto ou hotel em questão. Os utilizadores online nem sempre associam títulos como sendo possíveis links, procurando-os antes no texto que se segue ou no final do mesmo – dê ao utilizador aquilo que ele espera.

7. Funcionalidade sempre

Quando fizer a revisão do texto, faça uma revisão aos links – certifique-se que ao clicar em cada link, o utilizador vai ser realmente redirecionado para a página/assunto que o próprio link anuncia. Não há nada mais frustrante para quem lê online do que clicar num link à espera de uma coisa e depois encontrar outra, completamente díspar.

Votação: 

Comentários

Replied
Retrato de Novinhas Brasil

Ótimo artigo

Votação

Em que altura do dia costuma escrever mais?
De manhã
15%
À tarde
17%
À noite
68%
Votos totais: 652

Iniciar sessão

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.