Está aqui

Politica de Poesia

1 entrada / 0 new
Rejane Soares
Retrato de Rejane Soares
Offline
Last seen: 2 anos 4 meses atrás
Membro desde: 08/04/2015 - 12:51
Politica de Poesia

Politica de Poesia.
Dias... que dias são estes em que vivemos,
Dias que nos maltrata, nos degolo com suas mãos impiedosas ,que nos leva ao chão, tão tristes estes dias que sentimos o frio na espinha a cada manha ao sair de nossos leitos já não mais seguros ,indignados pelo proceder dos dias com já tão poucos recursos ,a medida que o tempo passa oque nos mostra é tão somente o caos, caos da ignorância contida, escancarada, refletida;
Impregnados pela peste, mais não a peste que conhecemos como doença e sim a peste corrupta que toma conta do país como se nada mais pudesse ser feito, dirigindo o pais de maneira nenhuma, esperando pelo próximo dia e o próximo e o próximo...
E nenhuma ação. Conduz o pais como um asno, que não sabe que direção tomar e no entanto continua a tomar direção alguma , parece esperar por algo, algo que nunca chega, talvez o momento certo , a palavra certa ,o jeito certo . Como saber?
Talvez esteja perdida ,mais perdida do que uma barata tonta ,encurralada com suas ideia sem nexo e sonhando alto com um balão cheio de gás.
O que esperar ? esperar oque? Palavras ao vento refletidas como sinal de absurdos ,sem força ,sem poder jogadas na cara de quem quiser ouvir ,sem se importar com o seu significado, são esboçadas aos montes a todo tempo sem um prévio equilíbrio de tempo contexto ou medida
O que fazer, a condução tarda a chegar, precisamos de um líder, um líder que tenha voz ,talvez devêssemos cantarolar para que a peste não venha a se espelhar.

Votação

Em que altura do dia costuma escrever mais?

Iniciar sessão

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.