Está aqui

A culpa é da inversão de valores?

1 entrada / 0 new
Lya Eve
Retrato de Lya Eve
Offline
Last seen: 5 anos 6 d atrás
Membro desde: 09/12/2014 - 13:29
A culpa é da inversão de valores?

Formada em informática, no auge dos meus 40 anos penso em mudar de profissão. Não é uma decisão fácil, visto que é preciso sair da tal "zona de conforto" e recomeçar.
Pesquisei a respeito de algumas áreas que me interessavam e eis que, além das qualificações necessárias, incluía-se ali a remuneração aproximada.
Durante muito tempo trabalhei no setor burocrático da área de saúde. Um curso pelo qual me interessei foi o de biomedicina. Não fiz antes porque não tinha coragem de enfrentar as aulas de laboratório! Mas talvez fosse esse o momento. O salário é bom, podendo chegar aos três mil reais.
Gosto também de design de interiores. Infelizmente, quando me formei não estava em evidência. Acho que nem curso em faculdade ainda existia. Adorei as matérias e quando notei o salário, me assustei: pode ultrapassar os sete mil reais.
O investimento na carreira também deve ser levado em consideração. Na primeira, são quatro anos de faculdade, livros caros, as temidas aulas de anatomia. Já a outra exige dois anos de curso e alguns materiais de papelaria e arte, tais quais dos arquitetos, acredito que igualmente caros.
Conclusão: o profissional que analisa o seu sangue investe mais e é menos remunerado que o que decora a sua casa?
Veja bem, não estou dizendo que um designer não seja merecedor de um salário maravilhoso.
O objetivo do texto é, na verdade, alertar que futuramente algumas áreas do mercado de trabalho serão abandonadas pelos estudantes e futuros profissionais.
Já existe uma escassa procura pela pedagogia, visto que um professor passa no mínimo quatro anos da sua vida estudando (e pagando por isso) para ganhar cerca de onze reais a hora-aula.
Está na hora de socorrer os pilares da sociedade e entender que sem professor não há médicos, enfermeiros, cientistas e... nem designer de interiores. O amor pela profissão? Ah, ele existe sim, mas vamos deixar de hipocrisia e lembrar que só o amor não sustenta família de ninguém.

Votação

Em que altura do dia costuma escrever mais?

Iniciar sessão

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.